s

Blog

ESSENCIALISMO: NOSSA REGRA PARA VIDA

Essencialismo é nossa regra para vida e viagens, desde que fizemos nosso primeiro processo de desapego, antes de viajar. Encontramos na filosofia essencialista uma maneira de viver com mais clareza e felicidade.

Nos últimos 5 anos e meio vivemos dentro de um carro, ou para ser mais preciso, dentro de uma barraca, depois de um camper e por último em um motorhome. Para adotar esse estilo de vida, antes tivemos que nos desapegar de muita coisa! Afinal nossa vida “era normal”

Antes de viver no carro, cada um vivia no seu apartamento, tínhamos mobilia e um monte de pertences e assim que decidimos largar tudo, o processo de desapego foi bem desafiante.

O desafio é que naquele ponto da nossa vida haviamos acumulado coisas que até então eram muito importantes e largar tudo aquilo sempre nos fazia questionar os nossos desejos e mais que isso, repensar todo o esforço que havíamos colocado para conquistar tudo aquilo.

Hoje conseguimos olhar e entender que eram apenas coisas: Móveis, eletrodomésticos, roupas, sapatos e alguns “cacarecos”.

Essencialistas:

Desde que conseguimos deixar “tudo” que tínhamos para trás adotamos um estilo de vida bem mínimo. Em grande parte porque nunca tivemos muito espaço para levar as coisas, afinal vivíamos em um carro.

Conforme o tempo foi passando e nós tivemos a oportunidade de viver em motorhomes diferentes, com mais espaço, ainda sim mantivemos o estilo de ter o necessário. Já tinhamos percebido que carregar coisas que não tinham necessidade demandava uma energia que poderia usar pra outras coisas.

Não sabíamos que essa era uma filosofia de vida até que nos deparamos como livro Essencialismo. Nesse livro, o Greg McKeown, fala sobre estratégias de gestão do tempo e explica que essencialismo é saber falar não e focar no que é importante.

3 fatos importantes sobre o essencialismo.

  1.  Nós temos uma escolha de onde colocar nossos esforços e energia

Nós escolhemos colocar nossas energias e esforços para viver experiências de vida, viver bem em família e dedicar nossas energias em projetos que possam garantir nosso sustento e ainda estão alinhados com os nossos propósitos.

Os esforços poderiam estar em decorar a casa, a investir em coisas físicas, mas quando passamos pelo primeiro processo de desapego aprendemos uma valiosa lição.

  1.  Tudo é distração, apenas algumas poucas coisas são essenciais.

Em nosso dia a dia, são poucas coisas que realmente utilizamos. Quando pensamos em tarefas acontece o mesmo, muito que dedicamos tempo e esforço não é para alcançar nosso objetivo mas sim para realizar tarefas cotidianas.

  1. Você tem uma escolha

Não dá para ter tudo na vida, precisamos decidir sobre o que é importante. Além disso, precisamos entender que toda escolha é uma renuncia.

Viver uma vida essencialista te permite focar naquilo que é importante pra você no seu momento de vida. Hoje preferimos colocar nossas energias e esforços em experiências, amanhã pode ser que as nossas energias estejam voltadas a criar raizes. Tudo depende do momento que você esta vivendo.

O Apego

Nós abrimos as portas da nossa casa, dos motorhomes onde vivemos e mostramos os detalhes na internet, porque diariamente recebemos mensagens de pessoas que gostariam de largar tudo e viver uma vida diferente, mas acabam travados ao apego a coisas materiais.

Um exercício que fazemos nessas situações é pensar o que iremos ganhar ao deixar outra coisa. Fazemos uma lista e de um lado colocamos o que de bom pode acontecer e do outro o que irá acontecer de ruim. Fazendo isso deixamos visual os prós e contras desse desapego.

Por exemplo: O que nós vamos ganhar se deixarmos o apartamento que vivemos para voltar para estrada?

Nós vamos ter a oportunidade de viajar para diferentes destinos, conhecer outras pessoas, viver novas experiências e buscar outro lugar para morar.

Largar tudo

Quanto menos pertences temos, mais fácil é largar tudo.

Largar tudo pode significar coisas distintas para diferentes pessoas, por exemplo: Largar tudo pode significar deixar um trabalho fixo para empreender, largar tudo pode significar deixar uma carreira tradicional como engenharia e se dedicar a trabalhar com terapias alternativas, largar tudo pode significar o que significou pra gente no inicio – viajar o mundo e pode significar o que é para nós hoje.

Largar tudo é buscar experiências diferentes.

https://youtu.be/5LGJP3dKKnA

Comments

Comentários

Post a Comment

Mirella e Romulo compartilham suas experiências de viagem e trabalho enquanto vivem pelo mundo.

Siga o Travel and Share